Pai de Britney Spears é suspenso oficialmente de tutela da cantora

Uma juíza da Califórnia decidiu nesta quarta-feira, 29, que Jamie Spears não exerce mais a função de tutor da filha Britney Spears. O pai da cantora administrava sua vida financeira e artística desde 2008, mas havia desistido da tutela em agosto deste ano depois que a artista foi ao tribunal relatar como vivia nos últimos anos. A saída de Jamie só aconteceria em janeiro de 2022, mas Britney entrou com uma ação na Justiça para antecipar o fim do controle do pai. A decisão veio da juíza Brenda Penny e foi comemorada pelo principal advogado da cantora, Matthew Rosengart. “É simples, é lógico, é justo”, disse na saída do tribunal em Los Angeles. A Corte designou um tutor temporário até 31 de dezembro. A fortuna de quase 60 milhões de dólares (R$ 324 milhões) de Britney seguirá sob tutela até que ela realize exames psicológicos para saber se está apta a administrar sua vida sozinha. Assuntos pessoais e médicos da cantora são administrados por Jodi Montgomery.

LEIA TAMBÉM

Deixe um Comentário